Colunistas











05/Outubro/2011 - 15:25:10

Agraer dá início ao Projeto Taquari em Coxim e Alcinópolis


As ações de recuperação da Sub-bacia do Rio Taquari tiveram início nos municípios de Coxim e Alcinópolis. Os trabalhos de recuperação de APP-Áreas de Preservação Permanente e Conservação de Solo e Água iniciaram neste mês de setembro nas micro bacias do Córrego Torrinhas em Coxim e do Córrego Pinguela em Alcinópolis. Os serviços que estão sendo executados compreendem a construção de cerca como isolamento da APP dos córregos citados e da locação e construção de terraços nas propriedades envolvidas.
De acordo com o coordenador técnico regional da Agraer de Coxim-Engenheiro Agrônomo Oscar Serrou Camy Jr, já foram construídas aproximadamente 10 km de cercas e quase 200 hectares de terraços nas duas micro bacias. Apesar do período prolongado de estiagem, os serviços estão acelerados e até o momento atendendo aos princípios do projeto. O clima atrapalha um pouco, mas não inviabiliza a execução dos serviços uma vez que temos prazo para conclusão das metas estipuladas, disse Camy.
O Projeto Taquari faz parte de um esforço conjunto de instituições da região que se envolveram para garantir os recursos através de um convênio de repasse ANA-Agência Nacional das Águas e CAIXA que teve o Estado do MS com contrapartida financeira e a Agraer como o proponente executor da chamada de recuperação de micro bacias críticas. As demais chamadas ficaram a cargo do Imasul que envolvem a formação de uma rede de viveiros, elaboração do plano de gestão integrada de resíduos sólidos e capacitação de técnicos.
A recuperação de micro bacias do Taquari  envolve sete municípios em sete micro bacias críticas. São eles: Coxim-micro bacia do Córrego Torrinhas, Pedro Gomes-micro bacia do Córrego Lobo, Rio Verde-Microbacia do Córrego Rio Verde, Alcinópolis-micro bacia do Córrego Pinguela, Figueirão - micro bacia do Ribeirão Bonito, São Gabriel do Oeste-micro bacia do Ribeirão Manso e Camapuã - micro bacia do Córrego Barroso.
Ao longo do período de levantamento e diagnóstico, os técnicos da Agraer em parceria com técnicos locais, percorreram toda a extensão das micro bacias identificando as propriedades e as áreas críticas a serem recuperadas, que compõem os termos de referência dos componentes da chamada.
Estão previstas ações de conservação de solo e água com a construção de  terraços em nível nas micro bacias, recuperação de APP - Áreas de Preservação Permanente com o isolamento e plantio de mudas nativas, adequação de estradas rurais e recuperação e estabilização de voçorocas.
Ainda há muito o que fazer, mas este trabalho constitui em projeto piloto demonstrativo que servirá para multiplicar conhecimento para outras áreas da sub-bacia do Rio Taquari e contribuir para a recuperação dos recursos naturais, afirma o coordenador da Agraer.

Por: Agraer Coxim

Comentários


Envie o Seu!


Nome: 30 Email: 80

Comentário: 1000










www.diariodoestadoms.com.br
Acidentes | Agronegócios | Concursos | Esportes | Anunciantes | Polícia | Política Religioso | Saúde | Eventos | Hotéis | Telefones Úteis | Moda | Fale Conosco
© Copyright 2014 - Diario do Estado MS, todos o direitos reservados | Desenvolvido por WW

Bem Vindo!