• Painel de Controle
Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018
Expediente      Anuncie      Assine

Coxim - Quarta

24ºMIN36ºMAX

Coxim - Quinta

26ºMIN37ºMAX

Coxim - Sexta

25ºMIN36ºMAX

Coxim - Sábado

26ºMIN35ºMAX

Filho de desembargadora é isolado em presídio depois de usar celular em cela
Reencaminhado para o Presídio de Segurança Média de Três Lagoas em 22 de novembro, Breno Fernando Solon Borges, 37 anos, foi flagrado com celular em cela por volta das 13h deste sábado (2).

Correio do Estado              04/12/2017    08h15
foto: Reprodução/ Facebook

Reencaminhado para o Presídio de Segurança Média de Três Lagoas em 22 de novembro, Breno Fernando Solon Borges, 37 anos, foi flagrado com celular em cela por volta das 13h deste sábado (2).

A prisão dele é envolvida em polêmica porque apesar de ser investigado por tráfico de drogas, porte de arma de fogo e envolvimento com quadrilha, o suspeito conseguiu no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul o benefício de ser transferido para clínica de luxo em Atibaia (SP) com alegação de problemas psiquiátricos. Ele é filho da desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges, também presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE-MS).

Laudos periciais identificaram que ele têm condições psicológicas de responder pelos atos e por isso poderia voltar à prisão, ao invés de ser mantido em clínica.

A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) divulgou nota confirmando a localização do aparelho de celular na cela de Breno. Ele foi flagrado utilizando o aparelho.

Entre as medidas aplicadas a ele está a de ser isolado preventivamente em cela disciplinar. O celular foi apreendido. "Um procedimento disciplinar foi aberto para fazer as devidas apurações", informou a agência.

A Agepen tentará identificar agora como o celular chegou até o preso e se houve envolvimento de servidores para que o equipamento entrasse no presídio de Segurança Média.

Nessa mesma unidade, um detento já foi flagrado com arma de fogo. Esse preso que portou arma de fogo na cela foi apontado como chefe de uma quadrilha a qual Breno pertenceria, conforme investigação da Polícia Federal.


   
PUBLICIDADE
FB
PUBLICIDADE
Dinapoli
Contato
  • (67) 3291-3668
  • Formulário
  • Denúncia
  • www.diariodoestadoms.com.br
    Você está no melhor portal de notícias da região norte.