• Painel de Controle
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Expediente      Anuncie      Assine

Coxim - Domingo

23ºMIN31ºMAX

Coxim - Segunda

20ºMIN28ºMAX

Coxim - Terça

18ºMIN29ºMAX

Coxim - Quarta

19ºMIN32ºMAX

Dana White crava: Cris Cyborg x Amanda Nunes "é a luta a se fazer"
Presidente do UFC garante que brasileiras campeãs vão se enfrentar, e diz ainda que Khabib Nurmagomedov x Tony Ferguson devem se enfrentar antes de luta contra McGregor

GE              04/01/2018    15h47
foto: Divulgação

O presidente do UFC bateu o martelo: Amanda Nunes e Cris Cyborg vão se enfrentar. De férias na Tailândia, Dana White afirmou que não fez contatos sobre uma possível luta de Cyborg, campeã peso-pena da organização, e a australiana Megan Anderson, e cravou que um confronto da curitibana com a baiana campeã peso-galo é o próximo passo para as duas.

- Amanda Nunes quer enfrentá-la, Amanda Nunes quer enfrentar Cyborg. Esta é a luta a se fazer e esta é a luta que vou fazer. Esta é a luta. Amanda Nunes é uma golpeadora grande, forte e poderosa. Acredito que o jogo dela casa muito bem com a Cyborg. Acho que é uma luta divertida e esta é a luta a se fazer - disse White em entrevista via vídeoconferência ao site "Yahoo Sports".

O dirigente acrescentou que só aguarda Amanda Nunes estar pronta para treinar para iniciar as tratativas do combate. Ele afirmou também que o fato de as duas serem brasileiras não será impedimento para a realização do confronto.

- Quando você é campeã mundial, não importa se você vai enfrentar uma brasileira, uma alemã, uma porto-riquenha, uma cubana, quem quer que seja. Você enfrenta quem quer que tente tirar o seu cinturão - declarou.

Após criar polêmica ao dizer que quem sugere que o UFC destitua o cinturão peso-leve de Conor McGregor é "hater", Dana White mudou um pouco de posição na entrevista. Ele reconheceu que o irlandês "deve" aos demais lutadores uma defesa de cinturão, e deu um prazo para definir se tira o seu título.

- Este é um jogo de tempo. Quando você é um atleta profissional, o tempo é seu inimigo, e não podemos deixar isso se prolongar para sempre e não deixar outros caras terem essa oportunidade. Tony Ferguson está aí há muito tempo e fez por merecer, Khabib (Nurmagomedov) também fez por merecer. Conor se saiu muito bem, ganhou muito dinheiro, e se ele decidir que não quer lutar por mais um tempo, é a escolha dele, mas o cinturão precisa seguir adiante.


   
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Contato
  • (67) 3291-3668
  • Formulário
  • Denúncia
  • www.diariodoestadoms.com.br
    Você está no melhor portal de notícias da região norte.